filiações sem festas

Coronavírus: Lideranças políticas admitem a possibilidade de cancelar eventos de filiação partidária

Aglomerações de pessoas estão sendo evitadas, recomendadas ou proibidas em todo território nacional. Filiações tem prazo limite ate 04/04 enquanto que janela para troca de partidos deve ocorrer ate 03/04.

15/03/2020 10h47Atualizado há 3 semanas
Por: Portal Repercutiu
Fonte: da redação
grande evento de filiação politico. credito : FOLHA PE
grande evento de filiação politico. credito : FOLHA PE

Conforme a legislação eleitoral, homens e mulheres que pretendam disputar as eleições municipais de 2020 devem estar com filiação partidária deferida no âmbito a qual vai concorrer ate dia 04 de Abril, enquanto que os Vereadores ou Prefeitos, atualmente nos mandatos, e que desejam mudar de partido devem aproveitar a janela partidária que se encerra no dia 03 de Abril.

As datas próximas ao prazo limite destas ocasiões costumam agitar o calendário eleitoral em todos os Municípios do Brasil, vez que faz-se tradicional a realização de médios e grandes eventos para consignar o retrato politico de cada cenário municipal, bem como dar o pontapé de incremento no entusiasmo para a militância. Neste ano, pela primeira vez, tais eventos se revestem de maior respaldo ainda em cada conjectura municipal, pois com a impossibilidade de realização de coligações proporcionais, a data limite para as filiações e trocas de partido tornam-se mais impactantes e decisivas ainda, no desenho das próximas eleições.

Ocorre que na contramão dessa tendência tradicional de realizar eventos notáveis frente aos relevantes prazos limites, a OMS decretou a pandemia de Coronavírus, e todo o território nacional vem adotando veementes medidas preventivas e restritivas, de forma a evitar aglomerações de pessoas e contatos físicos habituais como abraços e aperto de mãos.

Sendo assim, não resta duvidas, que a busca pela proteção das vidas e de todos, deve impulsionar inúmeros cancelamentos de eventos de filiações partidárias por todo o pais, nos seus mais de 5 mil municípios.

A torcida pela reação e resposta rápida ao Coronavírus, ao que tudo se espera, se não for satisfatória, poderá prejudicar a ocorrência das eleições municipais 2020, propriamente dita, no Brasil, sem duvida alguma.